RN Grosso golfinho encalha H

Golfinho encalha vivo em praia do litoral potiguar

Um golfinho da espécie Stenella attenutta, popularmente conhecida como “golfinho pintado”, encalhou vivo na manhã desta quinta-feira (21), na Praia de Pernambuquinho, em Grossos, município do oeste Potiguar. O animal foi encontrado pela Equipe de Pesquisadores do Projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PCCB-UERN).

RN Grosso golfinho encalha

A equipe iniciou imediatamente os procedimentos de primeiros socorros, retirando o animal da área de ondas e protegendo-o do sol. Em seguida, a Equipe de Médicos Veterinários da PCCB-­UERN foi acionada. Então, foram realizados os procedimentos de estabilização, que envolvem a hidratação intravenosa e a proteção da pele contra exposição ao sol.

Após a estabilização, o animal foi levado para a praia e algumas tentativas de reintrodução foram feitas. O  golfinho estava com sinais  evidentes  de  desorientação  espacial, e, em três  tentativas  de  devolvê-­lo  ao  mar,  ele  retornou  para  a  praia, sendo  então  mantido em uma piscina natural.

O animal morreu às 14h48min. Os pesquisadores do  PCCB­-UERN, então,  realizarão  ainda  hoje  a  necropsia  do  animal  no  Laboratório  de Monitoramento de Biota Marinha na UERN, em Mossoró­.

O “golfinho  pintado” vive nos  oceanos  Atlântico,  Pacífico  e  Índico,  habitando preferencialmente  áreas  oceânicas,  proximidades  de  ilhas. A espécie  pode  ser  observada  em algumas regiões próximas da costa continental.

A  desorientação  espacial  em  golfinhos  pode  ocorrer  devido  à infestação parasitária  em  órgãos  sensoriais, atropelamento  de  embarcações  e  lesões  de  órgãos internos  decorrentes  da  interação  com  atividades  de  pesquisas  sísmicas marítimas (emissão de fontes sonoras para mapeamento do fundo do mar para definição de áreas propícias à exploração de petróleo).

Fonte: Tribuna do Norte

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.