Governo autoriza franceses a sair de casa para adotar animais

Governo autoriza franceses a sair de casa para adotar animais

O ministro do Interior francês, Christophe Castaner, anunciou este sábado a flexibilização das medidas de confinamento no âmbito do combate à pandemia de Covid-19 para os cidadãos que pretendam adotar um animal.

O anúncio surge depois de um apelo da Sociedade de Proteção Animal (SPA) para reabrir os abrigos de animais ao público, uma vez que, por causa das medidas do estado de emergência, foram encerrados 62 centros de acolhimento, o que levou a uma sobrelotação dos espaços.

Neste sentido, o Governo encontrou uma «solução sensível» que pretende mitigar os efeitos provocados pelo novo coronavírus no bem-estar animal, pelo que «foi decidido que será dada tolerância às viagens com o intuito de adotar animais de abrigos», disse o ministro do Interior, citado pela France24.

Os cidadãos que pretendam, então, adotar um animal aos centros de acolhimento terão de selecionar previamente qual o animal que querem através de uma plataforma online, pelo que este só poderá ser recolhido por uma pessoa.

De acordo com Christophe Castaner, a medida entrará em vigor na próxima quinta-feira e tem em vista «salvar as vidas de numerosos animais».

Fonte: A Bola / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.