Governo Federal prepara kits veterinários para atender 8,8 mil animais no RS

Governo Federal prepara kits veterinários para atender 8,8 mil animais no RS
Claudio Kbene/Secom

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA), Marina Silva, e a primeira-dama, Janja Lula da Silva, acompanharam, nesta terça-feira (18/6), na sede do Ibama, em Brasília (DF), a preparação de 40 kits veterinários que serão enviados ao Rio Grande do Sul (RS). Os insumos irão atender cerca de 8,8 mil animais afetados pela pior tragédia climática da história do estado.

Resultado de parceria do MMA com a Fiocruz, os kits terão medicamentos de pronto atendimento, antibióticos, anti-inflamatórios, vermífugos, carrapaticidas, testes de doenças, microchips para identificação e suplementação alimentar.

Além de auxiliar animais em abrigos provisórios, os insumos reforçarão o controle de zoonoses que podem impactar a saúde humana. A ação, destacou Marina, inaugura um novo protocolo para o cuidado com animais vítimas de grandes desastres.

“Temos um novo protocolo, que não é apenas socorrer a vida humana, mas todas as formas de vida. Já fazíamos isso anteriormente, mas agora há orientação de política pública, viabilização de meios legais, financeiros, de recursos humanos, suporte tecnológico e de infraestrutura”, afirmou a ministra.

A montagem dos kits é apoiada por alunos e professores do curso de Medicina Veterinária da Universidade de Brasília (UnB). O envio dos materiais está previsto para os próximos dias, e equipes do Ibama e do ICMBio ficarão responsáveis por entregá-los em abrigos indicados pelos municípios.

“A gente vive há um mês e 15 dias essa situação no Rio Grande do Sul. As famílias estão voltando para suas casas, mas muitos animais ainda estão nos abrigos”, disse a primeira-dama.

Em maio, o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, em articulação com o MMA, publicou o Rito Sumário da Proteção Animal (Portaria MIDR nº 1710/2024 e Orientação Operacional nº 07/2024). A medida permite liberação de recursos sem burocracia para a compra de ração, abrigo e esterilização cirúrgica de cães e gatos.

Todos os mais de 400 municípios gaúchos em situação de emergência e calamidade têm direito aos recursos, que somam cerca de R$ 22 milhões.

A diretora de Proteção, Defesa e Direitos Animais do MMA, Vanessa Negrini, que coordena a ação, destacou que o governo federal já enviou 188 toneladas de ração para os animais do estado e resgatou mais de 15 mil animais. “Isso é histórico. É construir uma política pública de resposta para vida animal em situação de desastres”, afirmou Negrini.

Marina também apresentou à primeira-dama a Central de Logística e Apoio do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), também na sede do Ibama.

Fonte: Agência Gov

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe um comentário