GPA procura quem queimou 40% do corpo de cachorro, em Caruaru, PE

GPA procura quem queimou 40% do corpo de cachorro, em Caruaru, PE

Pessoa ainda não foi identificada devido à falta de denúncias da população. Informações podem ser passadas para GPA ou Disque Denúncia Agreste.

PE caruaru cao queimado

Um cachorro teve 40% do corpo queimado e a Gerência de Proteção dos Animais está em busca das pessoas suspeitas em Caruaru, no Agreste pernambucano. Informações que contribuam para a apuração do crime podem ser passadas pelo telefone (81) 3724-0333 ou para o Disque Denúncia pelo (81) 3719-4545. Fotografias ou vídeos podem ser enviadas pelo site. O anonimato do denunciante é garantido, segundo esta organização.

Casos do tipo “se configuram na Lei de Crimes Ambientais, que engloba maus-tratos a animais domésticos e prevê até um ano de detenção”, de acordo com o delegado regional de Caruaru, Nehemias Falcão.

Fogo ou produto químico

O caso ocorreu no início de dezembro. Por telefone, a Gerência de Proteção dos Animais foi informada de que o animal ferido estava abandonado próximo à área urbana nas imediações da BR-232. Os ferimentos teriam sido ocasionados por fogo ou produto químico, de acordo com a assessoria de imprensa da GPA.

Atualmente o animal está em fase de recuperação e, por isso, permanece em canil individual. Cada espaço deste pode receber até quatro cães, e casos do tipo dificultam a capacidade de acolhimento de outros bichos, além de ter o agravante de crime, também segundo a assessoria.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.