SP Limeira granja multada H

Granja de Limeira (SP) é multada por poluição e maus-tratos a animais

Aves convivem com cachorros, mosquitos e larvas de moscas, disse a Guarda. Local foi multado em R$ 6.375 e tem 30 dias para realizar a limpeza da área.

SP Limeira granja multada

Uma granja de Limeira (SP) foi multada por crime ambiental de poluição e maus-tratos contra animais na quinta (7), durante operação conjunta da Vigilância Sanitária e da Guarda Municipal. O local, que tem, pelo menos, 32 mil aves, apresentou irregularidades quanto ao manejo das espécies, limpeza e condições de trabalho dos funcionários, segundo órgãos que inspecionaram o espaço.

O estabelecimento tem 30 dias para fazer as adequações. Caso contrário, a multa de R$ 6.375 será dobrada. A Guarda foi até o local depois que um abaixo-assinado, feito por moradores da cidade, foi encaminhado à Vigilância Sanitária.

A equipe chegou no momento em que funcionários faziam a seleção dos ovos e constatou acúmulo de fezes e lixo em toda a área da granja, além de maus-tratos aos animais.

As aves conviviam com cachorros e, no espaço, havia também mosquitos e larvas de moscas, de acordo com o Pelotão Ambiental da Guarda.

SP Limeira granja multada2

Os moradores do entorno reclamam que moscas varejeiras são constantes nas casas da região.

Na quinta-feira, a Vigilância Sanitária visitou algumas residências. Um levantamento será feito com o objetivo de abrir ação no Ministério Público que autue, pela quarta vez, o Escritório de Defesa Agropecuária (EDA), órgão responsável por fiscalizar o local.

“É preciso que a EDA visite a área e tome as devidas providências, para até mesmo fechar a granja, se for necessário”,  afirmou o guarda municipal Angelo Oliveira.

Segundo a Guarda, a granja tem uma série de outros problemas, como mau cheiro, produção de resíduos tóxicos e falta de máscaras e roupas adequadas para os funcionários, que também não passam por um setor de desinfecção para entrar na área das aves.

“E entre o teto e a grade das galinhas existe uma lona com acúmulo de água da chuva, o que pode ser criadouro de dengue”, contou Oliveira. A corporação informou ainda que a granja deve ser fechada com telas e conter ventiladores.

À Guarda, o proprietário do local, morador de Americana (SP), alegou que não limpa o espaço por falta de funcionário. No entanto, segundo o Pelotão Ambiental, pelo menos dez pessoas trabalham na granja, incluindo um caseiro.

Fonte: G1 

Nota do Olhar Animal: A multa ocorreu por violações sanitárias. Lamentavelmente, é apenas por este aspecto que os moradores denunciaram o local. Maus-tratos e abusos são inerentes à atividade avícola, mas a interpretação da lei é flexibilizada pela questão dos “usos e costumes”. Manter um animal confinado é no mínimo um abuso. Matá-lo, mesmo que antes fosse insensibilizado, é o abuso derradeiro. 

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.