Gringa: outro caso de maus-tratos aos animais registrado em Santana do Livramento, RS

Gringa: outro caso de maus-tratos aos animais registrado em Santana do Livramento, RS

Mais um caso de crueldade e maus-tratos com animais foi registrado em Santana do Livramento no início da tarde de domingo (5). Com marcas de esfaqueamento, uma cadela foi encontrada por funcionários de um supermercado da cidade. Contudo, a boa vontade e o rápido atendimento fizeram com que o animal tivesse um final feliz e de muita superação.

Assim que a encontraram, os funcionários acionaram a Associação Santanense de Proteção aos Animais (ASPA), enquanto proporcionavam os primeiros atendimentos.  A Associação então, realizou o encaminhamento veterinário do animal. “Gringa”, como foi apelidada, logo ganhou um lar temporário, na residência dos comerciantes Taline Soares e Giovani Gonzalez – casal que acompanhou todo o atendimento viabilizado à vira-lata.

Dócil e adepta de afagos, Gringa recebe agora os cuidados e o carinho do casal, enquanto se diverte com as outras duas cadelas da casa. Apesar do final feliz, Gringa compõe uma triste estatística de maus-tratos aos animais na Fronteira. De acordo com Bibiana Aguiar, voluntária da ASPA, a Associação recebe cerca de cinco denúncias de maus-tratos por dia. Tendo em comum o sofrimento dos animais, os casos são os mais variados, como casas com animais abandonados, falta de alimentação e animais doentes.

Com pouco espaço no canil, a Associação enfrenta a dificuldade de proporcionar atendimento adequado, sem deixar nenhum animal desamparado. Por isso, a Associação tem focado em resgates de animais em casos mais graves, como atropelamentos, casos de violência e quadros avançados de doenças.

Além das denúncias de maus-tratos, a Associação convive com grande número de casos de abandono. Quando os donos dos animais simplesmente o descartam. A voluntária destaca que ultimamente tem crescido os casos de abandono de animais de raça, descartados na maioria das vezes em função dos gastos. “Mesmo muitas vezes estando no limite não tem como deixar para trás. Vamos dando todo suporte, evitando ao máximo levar para o canil”, explica Bibiana.

Enquanto Gringa recebe os cuidados e medicamentos para sua pronta recuperação, Taline e Giovani aguardam o destino da nova integrante da casa. A disposição para adoção, o casal recebe os possíveis futuros donos de Gringa na Avenida Tamandaré, 130, na Ñangapiri Comércio de Rações. Enquanto isso, a ASPA também recebe doações para continuar auxiliando os animais da Fronteira.

Por Jéssica Ribeiro

Fonte: A Plateia 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.