MS corumba voluntarios0

Grupo voluntário combate maus-tratos contra animais em Corumbá e Ladário, MS

MS corumba voluntarios1

Corumbá (MS)- Muito comum em diversas cidades brasileiras, o abandono e os maus tratos com animais é crime previsto em lei e passível de pena. A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais) e o Art. 164 do Código Penal que prevê o crime de abandono de animais para aqueles que introduzirem ou deixarem animais em propriedade alheia, sem consentimento, desde que o fato resulte em prejuízo.

Apesar da existência da lei e das constantes denúncias de populares, o descaso com animais ainda não é combatido com tanto rigor pelos órgãos públicos. Para tentar amenizar esta situação, em Corumbá um grupo voluntário tem realizado um trabalho de prevenção, orientação e combate aos maus tratos e abandono de animais por toda cidade. Através das redes sociais o Grupo de Apoio e Proteção aos Animais de Corumbá e Ladário (GAAA), formado há pouco mais de seis meses, vem recebendo várias denúncias e por meio da mobilização de parceiros e simpatizantes, já realizou diversos atendimentos e resgates de animais.

MS corumba voluntarios2

Segundo a idealizadora do grupo, Valéria Curvo, desde que foi criado o GAAA promove atendimentos veterinários para animais abandonados que foram vítimas de maus-tratos ou que sofreram algum tipo de acidente. Após a denúncia recebida, a equipe comparece ao local, para analisar a situação e avaliar a melhor medida a ser tomada.

Para Valéria, o trabalho do Grupo é de grande relevância. “São pouco mais de seis meses desde a criação do grupo, e desde então cuidamos desses animais, que também sofrem e precisam de cuidados como qualquer um de nós. Com esse trabalho, ajudamos a retirá-los das ruas, cuidar e dar uma melhor assistência na medida do possível. A colaboração dos voluntários é essencial”, finaliza.

A fundadora do grupo alerta para o alto índice de abandono de animais durante as festas de fim de ano. De acordo com ela, muitas famílias saem para viajar e deixam seus animais sozinhos com pouca comida, água ou até mesmo soltos a própria sorte nas ruas. Em Corumbá e Ladário existe também um alto índice de abandono, provocado por famílias que se mudam e simplesmente deixam os animais na rua.

O projeto é mantido inteiramente pelos integrantes e simpatizantes do Grupo que para manter o atendimento aos animais realiza a venda de promoções ao longo do ano.

Fonte: Capital do Pantanal

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.