Grupos buscam solução para abandono de gatos no Parque do Cocó, em Fortaleza, CE

Grupos buscam solução para abandono de gatos no Parque do Cocó, em Fortaleza, CE

Por Brena Gomes

CE fortaleza abandonodegatos1

Entidades públicas e órgãos de proteção animal de Fortaleza se reuniram ontem em busca de soluções para o abandono de gatos em áreas públicas da Cidade, em especial no Parque do Cocó, onde ocorreu o encontro. A presença de gatos no local ameaça a proteção de 450 espécies, de acordo com o biólogo Hugo Fernandes Ferreira.

A iniciativa da reunião partiu da Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) de Fortaleza, que há anos recebe reclamações de moradores e usuários do parque que se sentem incomodados com a presença dos gatos. Os frequentadores alegam que os animais são jogados no local e, por não serem bem cuidados, acabariam disseminando doenças.

Na reunião, Hugo apresentou algumas sugestões para solucionar o problema, como ações de educação ambiental e conscientização, além da criação de abrigos, realização de castração e controle letal. A última ideia, apresentada como uma das alternativas pelo biólogo, foi desaprovada pela maioria das instituições presentes, que indicam outros mecanismos para amenizar a situação.

O titular da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Sema), Artur Bruno, destacou que os gatos não deveriam estar no parque por serem animais exóticos e não pertencerem ao ecossistema. “Eles acabam sendo predadores das espécies que existem no Cocó”, afirmou.

Um segundo encontro sobre o tema foi marcado para o dia 10 de junho. Na ocasião, será formado grupo de trabalho com entidades ambientais convidadas para decidir ações diante do caso.

Fonte: O Povo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.