Guarda Municipal de Limeira (SP) flagra criadouro clandestino com 123 porcos em situação de maus-tratos

Guarda Municipal de Limeira (SP) flagra criadouro clandestino com 123 porcos em situação de maus-tratos
Animais estavam em local inadequado, sem água ou abrigo em Limeira — Foto: Wagner Morente/GCM Limeira

A Guarda Municipal informou que flagrou um criadouro clandestino com 123 porcos em situação de maus-tratos, nesta quarta-feira (15), em Limeira (SP). O local não tinha água potável ou abrigo e havia um animal morto, em decomposição.

VÍDEO: Fiscalização encontra porcos em situação de maus-tratos em Limeira

Além dos maus-tratos, o responsável pode responder por crime ambiental, porque o local não tinha condições sanitárias e foram encontradas larvas do Aedes aegyppti. Também há possibilidade de contaminação do lençol freático com os dejetos dos animais.

Ainda conforme a Guarda Municipal, no local também foram encontradas carcaças de aves espalhadas.

“A gente teve uma denúncia, viemos ao local e constatamos um ambiente totalmente insalubre, onde existem animais mortos em decomposição junto com os animais vivos. Não existe uma área seca onde os animais possam ficar e nem uma área coberta, um local para eles se esconderem do sol e da chuva. A gente também não encontrou água potável e eles também estavam sem alimentação”, descreve Reinaldo Buck Belussi, diretor de Proteção de Bem-Estar Animal da prefeitura.

Ele acrescentou que a presença de um animal morto no local também estimulou a prática de canibalismo pelos outros suínos, o que também é considerado maus-tratos. Por parte do departamento, será aplicada multa ao tutor, cujo valor ainda não tinha sido calculado.

Guarda de Limeira flagrou criadouro clandestino com 85 porcos em situação de maus tratos — Foto: Wagner Morente/GCM Limeira
Guarda de Limeira flagrou criadouro clandestino com 85 porcos em situação de maus tratos — Foto: Wagner Morente/GCM Limeira

Já Fabio Leandro Ferraz Peixoto, do Departamento de Fiscalização Ambiental da prefeitura, informou que também foram provocados danos ambientais.

“A gente constatou que há infiltração de resíduos, de efluentes diretamente no solo, que podem causar a contaminação do solo, captação de água sem as devidas licenças, uma fossa negra no local e também a parte de erosão porque todo o carreamento dos sedimentos está descendo para a zona de preservação ambiental”

O departamento aplicou auto de infração e pediu correção dos problemas que estão causando os danos ambientais, além dos devidos projetos e licenças.

Criadouro clandestino de porcos tinha larvas do Aedes em Limeira — Foto: Wagner Morente/GCM Limeira
Criadouro clandestino de porcos tinha larvas do Aedes em Limeira — Foto: Wagner Morente/GCM Limeira

Segundo a corporação, o proprietário chegou a ser notificado antes, em janeiro desse ano, porém não fez as adequações necessárias. Ele alegou que não foi possível por conta das chuvas.

Na Polícia Civil, o homem é investigado por maus-tratos. No fim da tarde, ficou decidido que o Departamento de Bem-Estar Animal vai ficar responsável pelos porcos.

Fonte: G1