Guarujá (SP) proíbe condução de animais presos a veículos; multa pode chegar a R$ 6 mil

Guarujá (SP) proíbe condução de animais presos a veículos; multa pode chegar a R$ 6 mil
Foto: Divulgação

Boa notícia aos amantes de animais e munícipes de Guarujá (SP), foi sancionada e publicada na sexta-feira (16), a Lei Complementar nº 281/2021, em que a cidade proíbe condução de animais presos a veículos. A ação é de autoria do vereador Nego Walter (PSB); as multas podem chegar a R$ 6 mil.

Segundo a Lei Complementar, fica proibido conduzir animais presos a veículos como: bicicletas, motocicletas, triciclos, carros, carroças e similares, motorizados ou não, por meio de cordas, coleiras, correntes ou quaisquer outros meios, independente da finalidade.

Animal que for submetido a essa situação poderá ser recolhido pela prefeitura e ficará sob proteção do munícipio. Além disso, a prefeitura ressalta que o animal pode ser colocado para adoção. As pessoas que submeterem o animal aos maus-tratos e o tutor do animal que tiver colocado o animal sob os cuidados do infrator serão penalizados com multas de R$ 100,00 a R$ 6 mil.

 “Uma das piores práticas de maus tratos, são animais atrelados a cordas, correntes ou outro meio qualquer, que obriguem o animal a andar, correr e até mesmo ser arrastado pelos mais diversos tipos de veículos, desde bicicletas até carros. No caso dos cavalos é ainda pior, pois são obrigados a arrastar charretes e carroças”, disse o vereador Nego Walter (PSB).

Fonte: Costa Norte

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.