Hamas diz ter capturado ‘golfinho espião de Israel’

Hamas diz ter capturado ‘golfinho espião de Israel’

Palestina golfinho espiao

A guerra entre Israel e Palestina chegou nos animais. E muito mais do que você pode imaginar: depois de milhares de pessoas serem mortas e detidas, chegou a vez de um golfinho ser preso. O mamífero foi apreendido pelos extremistas palestinos do Hamas.

De acordo com os membros do grupo palestino, o golfinho portava equipamento de vigilância e por isso foi preso. Segundo os extremistas, o animal estava sendo monitorado há semanas e só por isso foi perseguido. Eles afirmam que o mamífero foi treinado por Israel para obter informações privilegiadas.

Apesar de soar absurda, a utilização de golfinhos para fins militares não nada nova. Há algumas décadas que Forças Armadas de todo o mundo se organizam para treinar golfinhos como espiões. Os animais são conhecidos por sua inteligência bastante acima da média.

O Mossad, serviço secreto de Israel, não se manifestou sobre o caso e nem respondeu às acusações do Hamas de que treina os animais. O golfinho seguirá em posse dos palestinos pelos próximos dias.

Fonte: Yahoo 

Nota do Olhar Animal: A exploração de animais para fins militares é um assunto pouco abordado, até por conta do sigilo que comumente envolve o tema. Disse o dramaturgo grego Ésquilo que “na guerra, a primeira vítima é a verdade”. Difícil saber de detalhes, mas esta exploração é real e afeta muitos bichos, seja quando transformados em armas de guerra, seja quando usados como alvos de experiências.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.