Homem antes conhecido como ‘O Rei Tigre’ vai para a prisão

Joe Exotic foi conhecido como “O Rei Tigre” por muito tempo. Até o dia 18 de setembro passado, ele dirigia uma atração de criação de tigres e filhotes. Mas foi agora sentenciado a  22 anos de prisão depois de ser condenado em duas acusações de matador de aluguel e 17 delitos contra a vida selvagem. Esta história veio à tona apenas porque ativistas continuam a lutar muito duro para libertar animais selvagens do cativeiro. Animais não pertencem a esses lugares, e os métodos em que eles são colocados lá envolvem crueldade e captura.

Atualmente, existem mais tigres em cativeiro só nos Estados Unidos da América do que há na natureza. As pessoas nos EUA têm um sério problema em acreditar que os grandes felinos são animais de estimação e que existem para nossa diversão. Aquela selfie “legal” com um tigre no Instagram tem o preço da liberdade e vida de um animal selvagem.

As acusações de matador de aluguel de Joe Exotic decorreram de seus esforços ridículos para garantir que pudesse continuar a explorar os animais. Carole Baskin, fundadora do Big Cat Rescue Wildlife Sanctuary, na Flórida, tem um site onde ela perfila pessoas que criam tigres em massa, separam filhotes das mães e depois os usam como adereços fotográficos. Claro, Joe estava na lista. Felizmente, as pessoas entenderam a mensagem e foram empáticas com os animais, o que significou que seu negócio foi afetado. Então, ele decidiu tentar matá-la.

Ele tentou matar uma mulher que genuinamente se importa com os tigres, ao contrário de sua falsa imagem de “Rei Tigre”. Ela provou estar absolutamente certa quando ele também foi considerado culpado das acusações contra a vida selvagem, que incluem matar cinco tigres a tiros na cabeça para abrir espaço para outros felinos. Isto foi tudo para obter lucro e apenas um negócio para ele. Além de matar tigres, ele também os traficava, assim como outros animais ameaçados de extinção. De acordo com a National Geographic, ele falsificou documentos do governo, lavou dinheiro e sonegou impostos.

Felizmente, os tigres resgatados do seu negócio horrível viverão suas vidas em paz e felizes no Wild Animal Sanctuary.

A história de Joe Exotic é absolutamente horrível, e esperamos que isso esclareça sobre a indústria de cativeiro de tigres e os muitos modos que as atrações turísticas da vida selvagem são perigosas para as pessoas e especialmente para os animais selvagens que não pertencem a elas.

Assine esta petição para apoiar a Lei de Segurança Pública dos Felinos com o objetivo de acabar com a propriedade dos felinos.

Por Sharon Vega / Tradução de Fátima C G Maciel 

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.