Homem arrastou peixe-lua para praia e matou-o. Autoridades investigam

Homem arrastou peixe-lua para praia e matou-o. Autoridades investigam

Um homem espanhol deverá enfrentar ação legal depois de ter arrastado um peixe-lua para a praia de Roquetas de Mar, em Almería, e o ter deixado morrer, no início deste mês de agosto, de acordo com a Telecinco.

Assista ao vídeo clicando aqui.

A garantia foi deixada, na semana passada, pela Equinac, a organização responsável pelo salvamento de cetáceos encalhados em Almería. A associação marinha indica que já tinha recebido indicações de que o peixe-lua estava há três dias naquele local e que apelou para “que o deixassem em paz”.

“Um homem decidiu tirá-lo da água e sentar-se em cima dele, e o animal acabou por morrer”, lamentou a Equinac. Há vídeos captados no local, pelas dezenas de pessoas que estavam na praia, algumas pedindo ao homem para que devolvesse o peixe à água.

Os peixes-lua, o maior peixe ósseo do mundo, passam muito tempo à deriva junto da superfície, sendo muitas vezes confundidos com tubarões ou capturados com outros peixes. São, por isso, uma espécie ameaçada.

“Se está perto da praia não há problema. O mar é a sua casa e pode estar em águas mais ou menos próximas da praia”, disse a associação. “Não conseguimos entender porque é que é preciso estar sempre a repetir a mesma coisa, os animais vivem no mar e têm todo o direito de se aproximar da praia sem serem incomodados, hostilizados, sem se produzir histeria coletiva e muito menos sem que tenham que morrer às mãos de gente como este senhor”, completaram.

A Guardia Civil espanhola também indicou estar a investigar o sucedido, depois da sua presença no local ter sido solicitada pela associação.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.