Homem australiano acusado de atos horríveis de crueldade animal por suposta castração e remoção dos chifres de bode

Homem australiano acusado de atos horríveis de crueldade animal por suposta castração e remoção dos chifres de bode
Um homem de Perth tem sido acusado com crueldade animal por supostamente tentar castrar uma cabra com uma abraçadeira e descorná-la usando uma serra (Foto: Fornecida)

Um homem de 45 anos que supostamente tentou castrar um bode de 3 meses e meio com uma braçadeira e remover seus chifres com uma serra foi acusado de crueldade animal.

Os supostos horríveis atos foram descobertos por um inspetor da RSPCA WA, da Austrália, que visitou uma propriedade no sudeste de Perth, em 2 de janeiro, para conduzir uma verificação do bem-estar de um bode depois de receber uma denúncia de crueldade animal.

O inspetor viu que o escroto do bode tinha uma braçadeira preta ao redor e que seus chifres pareciam ter sido cortados bem curtos.

O homem acusado disse ao inspetor que ele tinha colocado uma braçadeira em volta do escroto do bode para castrá-lo depois de encontrar o método online e que ele não tinha consultado um veterinário.

A cabra foi removida da propriedade
A cabra foi removida da propriedade

O inspetor também notou que os testículos do bode pareciam brancos e estavam inchados e frios ao toque.

Havia um tipo de pus ao redor da braçadeira e sangue seco e líquido descendo pela perna do bode.

O acusado também disse ao inspetor que tinha removido os chifres do bode usando uma serra.

Ele disse que fez uma pasta de aspirina e esfregou nos chifres para ajudar na dor.

 O homem acusado com crueldade animal enfrentará o Tribunal de Magistrados de Perth em 7 de junho (Foto: NCA NewsWire / Sharon Smith)
O homem acusado com crueldade animal enfrentará o Tribunal de Magistrados de Perth em 7 de junho (Foto: NCA NewsWire / Sharon Smith)

O inspetor apreendeu o bode em uma propriedade em Perth, no subúrbio de Cloverdale e o transportou para o Centro de Cuidados Animal onde os veterinários imediatamente notaram um forte odor de tecido necrosado.

O bode estava sofrendo de dor severa da tentativa de castração e subsequente necrose.

Ele estava também sofrendo por causa dos chifres terem sido cortados tão curto, que expôs tecido mole e causava sangramento.

Os veterinários do Centro de Cuidado Animal realizaram uma cirurgia de emergência para remover os testículos do animal para evitar uma possível septicemia e depois foi confirmado que seu escroto e o lado direito de sua face foram infectados.

O homem foi acusado sob as seção 19(1) e 19(2) e da Lei de Bem-Estar Animal de 2002.

Alega-se que ele foi cruel para com um animal no qual ele causou danos desnecessários tentando esterilizar e serrar os chifres por conta própria e não foi devidamente tratado por um veterinário.

A acusação será ouvida no Tribunal de Magistrados de Perth em 7 de junho.

A pena máxima para uma acusação de crueldade animal é de US$ 50 mil e cinco anos de prisão.

Por Emma Kirk / Tradução de Fátima C. G. Maciel

Fonte: news.com

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.