Homem constrói uma pequena e adorável mesa de piquenique para os esquilos em seu quintal

Homem constrói uma pequena e adorável mesa de piquenique para os esquilos em seu quintal
Foto: Stephen Messenger

“Eu realmente acredito que eles amaram!”.

Claro, esquilos realmente não parecem se importar em comer no chão.

Mas isso não impediu Rick Kalinowski de oferecer a eles um local um pouco mais digno para desfrutarem suas refeições.

Kalinowski sempre foi um fã dos esquilos que chamam seu quintal de casa, e queria que eles soubessem. Então, usando um pouco de sobras de madeira que ele tinha, decidiu criar uma pequena mesa de piquenique para eles, pregando-a na cerca nos fundos.

Quando o projeto terminou, ele colocou uma saborosa mistura de nozes na pequenina mesa para eles.

A adorável criação de Kalinowski não passou despercebida.

Foto: Rick Kalinowski

Em pouco tempo, chegou o primeiro convidado de cauda fofa para o jantar, e sentou-se no banco pequenino, não muito diferente do que um mini humano.

Foto: Rick Kalinowski

Os esquilos, que costumam visitar a mesa duas vezes por dia, ainda não deixaram gorjeta após as refeições, mas sua vontade de usá-la sugere que é uma adição bem-vinda às rotinas de alimentação.

Foto: Rick Kalinowski

“Eu realmente acredito que eles amaram!” disse Kalinowski ao site The Dodo.

Aqui está a filmagem de uma dessas visitas:

Embora os esquilos certamente estejam se satisfazendo graças à criação de Kalinowski, eles não são os únicos que ficam contentes.

Kalinowski posicionou a pequena mesa do lado de fora da janela onde ele toma seu café da manhã, fazendo de si mesmo, em essência, o companheiro diário do desjejum.

Foto: Rick Kalinowski

No final, a mesinha que Kalinowski construiu foi uma maneira de retribuir os esquilos pela alegria que teve ao vê-los em seu quintal. E suas barrigas cheias e rostos felizes agradecem em troca.

“Eu os aprecio e eles me apreciam”, disse Kalinowski.

Por Stephen Messenger / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: The Dodo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.