Homem de Nova York acusado de supostamente contrabandear borboletas e outros insetos

Homem de Nova York acusado de supostamente contrabandear borboletas e outros insetos

As autoridades de Nova York acusaram um homem de traficar mais de 200 mil dólares em espécimes mortos de borboletas protegidas.

Charles Limmer, 75 anos, enfrenta acusações de conspiração para contrabandear vida selvagem para os Estados Unidos, contrabandear vida selvagem para dentro e fora dos Estados Unidos e violações das proibições da Lei Lacey sobre rotulagem falsa e tráfico de vida selvagem.

Limmer supostamente contrabandeou borboletas protegidas conhecidas como “asas de pássaro” – devido ao seu grande tamanho e às asas e voo que lembram um pássaro – através de sua loja, a “Limmer Business”, de acordo com uma acusação.

A loja obteve uma licença para importar e exportar vida selvagem do Serviço de Pesca e Vida Selvagem, que foi revogada em outubro de 2022.

Fonte: G7