Homem é detido após pisotear e matar gato preto em praça de SP; suspeito já havia matado cão

Homem é detido após pisotear e matar gato preto em praça de SP; suspeito já havia matado cão

Um homem, de 30 anos, foi detido em flagrante após pisotear, chutar e matar um gato preto em uma praça de São Vicente, no litoral de São Paulo, informou a Guarda Civil Municipal nesta segunda-feira (12). O detido já tinha passagem criminal por ter agredido um cachorro.

Guardas em patrulhamento foram informados sobre munícipes de que um homem, na Praça João Pessoa, no bairro Centro, estava tentando matar um gato de rua, no último domingo (11). Eles foram deslocados ao local e encontraram o suspeito, identificado como Ronaldo Palloni de Oliveira.

O agressor foi visto chutando e pisoteando o gato, que agonizou e morreu na calçada. Ele foi detido e encaminhado ao plantão da Delegacia Sede da cidade, onde foi indiciado por praticar ato de abuso a animais. Um termo circunstanciado foi realizado pela delegada de plantão.

Após prestar depoimento, ele foi liberado para responder em liberdade. Ronaldo não justificou a atitude. Ao pesquisarem o histórico do suspeito, os policiais e guardas verificaram que ele havia cometido o mesmo tipo de crime anteriormente na cidade, mas contra um cão, que também morreu.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.