Homem é flagrado e preso quando estuprava cachorro em sítio de Itaú de Minas, MG

Homem é flagrado e preso quando estuprava cachorro em sítio de Itaú de Minas, MG
O cão de porte médio foi encontrado com as patas e boca amarradas e com sangramento no ânus. Foto: PMMG

Durante uma ronda na região rural de Itaú de Minas, município localizado na região sudoeste do estado, uma equipe da Polícia Militar flagrou e prendeu um homem de 45 anos estuprando um cachorro. Os dois foram encontrados numa casa abandonada em local isolado à beira de uma estrada vicinal. O crime foi registrado na tarde deste domingo (2).

Segundo a PM, ao passar pelo local os policiais ouviram latidos de cachorro do outro lado da via, vindos de uma pequena mata. Eles se aproximaram e perceberam que um cão de porte médio saiu correndo e desapareceu.

Desconfiados da presença do animal em local tão isolado, os policiais entraram mais uns 30 metros na vegetação e flagram o homem fazendo sexo com outro cachorro. O animal estava com as patas e a boca amarradas com fita adesiva e apresentava sangramento no ânus.

O homem foi preso em flagrante. Segundo os policiais ele nada disse sobre o crime que estava praticando e foi conduzido à Delegacia de Polícia de Itaú de Minas, depois transferido para a Delegacia de Passos, onde foi ouvido pelo delegado de plantão e conduzido ao sistema prisional.

O animal, também de porte médio, foi encaminhado para uma clínica veterinária e medicado. Ele se recupera e não corre risco de morte.

No Brasil, zoofilia é crime tipificado no Código Penal. A zoofilia foi abordada pela primeira vez em 2015, quando o governo federal aprovou a Lei 13.106, que criminaliza o sexo com animais e estabelece penalidades para aqueles que cometem tal delito. Aqueles que praticam zoofilia podem ser acusados de maus tratos a animais e condenados a penas de detenção de até dois anos e multas.

Fonte: Portal da Cidade

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.