A arara-canindé resgatada em Bauru foi encaminhada para o zoológico da cidade — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Homem é multado em R$ 5,5 mil por vender arara pela internet em Bauru, SP

Um homem foi autuado em Bauru (SP) nesta terça-feira (27) por tentar comercializar uma arara-canindé pela internet. A espécie integra a lista de animais ameaçados de extinção.

Segundo a Polícia Ambiental, o flagrante foi feito depois que os policiais descobriram que um morador da Vila Maria estava negociando a ave pelas redes sociais.

Durante a abordagem, o homem fugiu da residência e a mulher dele ainda tentou impedir a entrada dos agentes. Na casa, além da arara-canindé, também foi apreendido um bem-te-vi.

O suspeito foi autuado em R$ 5,5 mil e irá responder ao processo em liberdade. As aves foram levadas para o Zoológico de Bauru.

Outros casos

A Polícia Ambiental de Bauru também fez autuações em cidades da região. Crimes ambientais registrados em Bariri e Arealva resultaram em autuações que somaram multas de mais de R$ 32 mil.

Em Arealva, homem foi multado por manter em cativeiro aves silvestres como curiós e canários da terra — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Em Arealva, homem foi multado por manter em cativeiro aves silvestres como curiós e canários da terra — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Em Bariri, uma denúncia de que um homem estaria negociando uma arma de fogo levou os policiais até a casa do suspeito.

No local, foram apreendidos uma espingarda calibre 28 e três pássaros silvestres. O homem foi autuado em R$ 15 mil e irá responder pelo crime ambiental em liberdade.

Já na zona rural de Arealva, um homem foi flagrado praticando caça de aves silvestres no sítio onde ele reside. Na propriedade, foram apreendidos três espécies de curió e dois canários da terra.

Os policiais também recolheram vários materiais usados para prática de caça de aves, como uma rede e dois alçapões. O dono do sítio foi autuado em mais de R$ 17 mil.

Em Bariri, homem foi multado por manter material de caça de pássaros, como redes — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Em Bariri, homem foi multado por manter material de caça de pássaros, como redes — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.