Homem é pego em flagrante por maus-tratos a filhote em Londrina, PR

Homem é pego em flagrante por maus-tratos a filhote em Londrina, PR
Divulgação/ N.com

A Guarda Municipal (GM) de Londrina recebeu a informação de que um cão sofria maus-tratos, em uma praça localizada na avenida Madre Leônia Milito, região sul, na manhã da última terça-feira (16). Após constatarem os fatos, os guardas municipais abordaram ao suspeito, que informou aos agentes que estaria agredindo o animal a fim de educá-lo. 

Com a abordagem, o homem recebeu voz de prisão, sendo encaminhado para a central de flagrantes. A equipe contatou uma pessoa ligada à causa animal, que se prontificou a acolher o cão e realizar os devidos encaminhamentos.

De acordo com o inspetor Leovanildo, da GM, a prática de maus-tratos é inadmissível: “Nossa equipe constatou que o rapaz estava agredindo o animal, e ainda tentou nos dar uma justificativa totalmente sem lógica. A Lei Municipal 12.992/2019 é clara no que se refere a atitudes que são consideradas maus-tratos. Quem for flagrado será punido com rigor, podendo inclusive ser multado”, pontuou.

Denúncias – A Prefeitura de Londrina segue fiscalizando episódios de maus-tratos aos animais em todo o município. Do início de janeiro até o dia 18 de fevereiro, a central telefônica da Guarda Municipal recebeu 34 denúncias, sendo que em seis situações houve constatação do crime. Além do caso em que o suspeito foi detido em flagrante, os demais atendimentos foram registrados em termo de constatação. Os documentos foram encaminhados para a Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA), para as demais providências.

Cidadãos que presenciarem uma situação de maus-tratos podem fazer a denúncia diretamente para a Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA), da Sema, pelo email [email protected]. Também é possível contatar a Guarda Municipal, pelo telefone 153. Quem for pego cometendo o ato poderá ser punido com prisão e multa, que varia de R$ 50 a R$ 100 milhões.

Fonte: Bonde

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.