Homem é preso por mais de 30 acusações de crueldade contra animais resgatados em clínica

Homem é preso por mais de 30 acusações de crueldade contra animais resgatados em clínica
Foto: Brian A Jackson/Shutterstock

Warren Michot, 71 anos, de Opelousas, Louisiana [EUA], foi preso por mais de 30 acusações de crueldade contra animais. A prisão ocorreu após as autoridades descobrirem que Michot estava mantendo dezenas de animais em péssimas condições em uma antiga clínica veterinária nos arredores de Opelousas.

A gravidade da situação ficou evidente quando Spencer Cornette, o investigador do condado de St. Landry Parish, revelou que eles apreenderam um total de 38 animais dos cuidados de Michot. Entre eles estavam 34 cães e 4 cabras, todos os quais foram submetidos a negligência e maus-tratos.

A investigação foi desencadeada por uma denúncia do diretor do abrigo de animais do condado, que manifestou preocupações depois que Michot foi hospitalizado por problemas de saúde e deixou os animais sem supervisão na clínica. Em vez de buscar assistência das autoridades ou organizações de proteção aos animais, Michot optou por evitar qualquer intervenção.

Cornette revelou a resistência que encontraram ao tentar intervir, afirmando que Michot recusou veementemente o acesso às instalações e desligou o telefone quando pressionado a cooperar. No entanto, sua persistência valeu a pena quando não apenas resgataram os animais em perigo, mas também coletaram evidências suficientes para justificar a prisão de Michot. Alarmantemente, esta não é a primeira vez que Michot enfrenta tais acusações. Cornette destacou um incidente anterior em Thibodeaux, Louisiana, onde Michot foi preso por infrações semelhantes, tendo mais de 100 cães da raça Spaniel Bretão confiscados devido à crueldade animal.

Apesar de Michot ter sido liberado sob fiança após sua última prisão, o foco permanece no bem-estar dos animais que ele uma vez manteve em cativeiro. Felizmente, os animais confiscados encontraram refúgio no abrigo de animais do condado de St. Landry, onde receberão os cuidados e a atenção que lhes foram tão cruelmente negados.

Por Trinity Sparke / Tradução de Maryana Zorzal

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.