Homem é preso suspeito de maus-tratos e por manter ilegalmente mais de 500 pássaros em casa de Aparecida de Goiânia, GO

Homem é preso suspeito de maus-tratos e por manter ilegalmente mais de 500 pássaros em casa de Aparecida de Goiânia, GO
Cerca de 500 pássaros são encontrados em casa de Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: DivulgaçãoCorpo de Bombeiros

Cerca de 500 pássaros foram resgatados de uma casa no Jardim Alto Paraíso, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, na segunda-feira (15). O proprietário da residência foi preso em flagrante por captura e maus-tratos a animais silvestres, segundo o major da Polícia Militar Sérgio Penic, porque havia ave morte no local.

O nome do suspeito não foi revelado em razão da lei de abuso de autoridade e, por isso, o G1 não localizou a defesa para se manifestar sobre a prisão.

O oficial relatou ainda que o suspeito tem passagens na polícia pelo mesmo crime, além de receptação e associação criminosa. O homem foi levado para a Central Geral de Flagrantes da Polícia Civil.

O G1 entrou em contato com a Polícia Civil para saber detalhes da apreensão e com o Cetas para saber os procedimentos a serem feitos com as aves, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

A corporação informou que os animais resgatados foram encaminhados para a Centro de Triagem de Animais Silvestres de Goiânia (Cetas).

Após receber uma denúncia, equipes do 45º Batalhão de Polícia Militar, do 7° Batalhão de Bombeiros Militar e do Batalhão Ambiental da PM foram até o local, onde encontraram cerca de 40 gaiolas com variadas espécies, como canário da terra, azulão e pintassilgo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem infringiu a Lei n° 9.605, que dispõe sobre crimes ambientais.

Por Thauany Melo, sob orientação de Elisângela Nascimento.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.