Homem enterra gato do vizinho ainda vivo. 5 dias depois, ele não imaginava quem faria uma visitinha do “outro mundo”

Homem enterra gato do vizinho ainda vivo. 5 dias depois, ele não imaginava quem faria uma visitinha do “outro mundo”

Por Beatriz Ponzio

Sorte. Essa é a palavra que mais caracteriza o gato Bart, enterrado vivo supostamente pelo vizinho do tutor logo após tê-lo atropelado. O caso é tão chocante que ele foi apelidado de gato-zumbi por conta de sua aparência após o ocorrido.

Parece que não há limites para a crueldade humana. Ellis Hutson, o tutor original do gato, é um exemplo muito bom disso. Até agora ele não acredita que cinco dias depois de seu “enterro”, Bart reapareceu em sua casa, faminto. Ele teria se desenterrado sozinho. Consegue imaginar sua cara de choque?

Pois é. Logo que isso aconteceu, Ellis contatou a sociedade protetora que o levou para o hospital veterinário. Lá, repararam sua mandíbula e recobraram sua saúde. Mas quem disse que não foi o próprio Ellis que fez isso? Ele chegou a acusar o vizinho, mas com quais provas?

EUA Florida homem enterra gato vizinho vivo2

Em seguida disso, a sociedade acabou não permitindo que Ellis o levasse para casa. O tutor teve que esperar a decisão da Justiça para reaver a guarda. Afinal, depois do ocorrido, fica difícil confiar em alguém, não é mesmo?!

Durante esses 20 meses, longe de Ellis, Bart ficou em litígio, sob cuidados. Hoje, a sociedade protetora de Tampa, na Flórida, disse que o gato achou um tutor permanente após a organização ter conseguido sua guarda legal, devido as circunstâncias.

Depois do fim do processo, Bart pode finalmente viver feliz ao lado de um novo tutor, um funcionário da sociedade que facilmente se afeiçoou ao felino.

EUA Florida homem enterra gato vizinho vivo3

EUA Florida homem enterra gato vizinho vivo4

E aí? O que você achou disso? Imagina se isso acontece um dia com você?

Fonte: Best of Web 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.