Homem faz campanha contra maus-tratos após ter gato envenenado em João Pinheiro, MG

Homem faz campanha contra maus-tratos após ter gato envenenado em João Pinheiro, MG

O auxiliar de escritório Ronaildo Messias deu início à uma campanha de conscientização sobre o crime de maus-tratos aos animais, após seu gato ter sido envenenado onde mora, em João Pinheiro.

“Há algumas semanas foi envenenado um animal meu, um gato, e a gente cria muito amor pelos animais, como se fosse um filho. E é muito dolorido chegar em casa e encontrar seu filho morto”, contou.

Desde então, ele passou a circular pela cidade com um panfleto que explica que envenenar animais é um crime tipificado pela legislação brasileira (Lei 9605/98), com sanções que vão de multa a um ano de prisão.

“Pessoal mais antigo acha que é comum, que é só colocar veneno e está tudo resolvido. Como se não soubessem que isso é crime. Então imprimi panfletos e saí conversando com todos que já tinham este histórico. Um trabalho de conscientização mesmo para ver se param com essa covardia”, disse Ronaildo.

Em conversa com um veterinário, ele soube que outros animais foram mortos nas últimas duas semanas, principalmente na região do Papagaio. “É desesperador você ver o bichinho morrendo na sua mão e não ter como socorrer. Quando pensei em levá-lo para o veterinário, ele já tinha parado de respirar. É uma covardia sem tamanho o que o pessoal faz”, desabafou.

Apesar de algumas pessoas não verem mal na prática criminosa e covarde, como bem ressaltou o auxiliar de escritório, a recepção à campanha tem sido bastante positiva. “As pessoas foram bem prestativas. Acho que vai surtir resultado”, declarou.

Denuncie

Caso você fique sabendo de qualquer prática que se enquadre aos maus-tratos contra animais domésticos e silvestres (abusar, ferir, mutilar ou matar), basta denunciar pelo telefone 0800-61-80-80.

Por André Amâncio

Fonte: Patos Agora

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.