Homem flagrado agredindo cachorro está foragido da polícia

Homem flagrado agredindo cachorro está foragido da polícia

DF nucleobandeirante agressaocao557894nzocb2

O homem acusado de agredir um filhote de cachorro no Núcleo Bandeirante (DF) está foragido da polícia. Ele é funcionário de um depósito de materiais de construção da cidade. Um dos cães que ficava no local onde foram filmadas as cenas de agressão foi retirado por integrantes da ONG (Organização Não governamental) Proanima e deve ser encaminhado para a adoção. Já o animal que aparece no vídeo sendo agredido não foi encontrado no local. Segundo testemunhas, ele foi entregue a uma pessoa que passava pela rua. O agressor pode ser condenado a cumprir pena de três meses a um ano de prisão.

No vídeo, o homem aparece dando banho no animal. Em vários momentos o bicho passa a ser mal tratado com a coleira e o jato de água da mangueira. Após enforcar o cachorro e sufocá-lo com a água, o homem dá socos no animal para tentar fazer com que ele fique parado enquanto é atingido pela água. Segundo o denunciante, esta não é a primeira vez que o homem machuca o animal.

— Ele [o funcionário] estava batendo nesse cachorro, ai eu peguei e perguntei o que estava acontecendo. Ele não era tutor [do cachorro], só trabalha lá [no depósito]. Uma pena, o cachorro é um filhotinho e ele desce a porrada. Quando comecei a filmar, já tinha uns cinco minutos que ele estava batendo no cachorro.

O morador chegou a entrar em contato com o dono do galpão, que está localizado na SPLM conjunto 5, do Núcleo Bandeirante, mas o agressor não se deixou intimidar pelo chefe e alegou que o cachorro gritava simplesmente por não estar acostumado com água.

— Quando eu liguei para a loja, o dono disse que conversou com o funcionário que prometeu não fazer mais isso. Mas ontem [quinta-feira] meu irmão falou que ele estava batendo de novo no cachorro e eu resolvi filmar. Mostrei o vídeo e ele só falou de tirar o cachorro de lá, mas nada foi feito ainda.

O denunciante não soube informar o nome do agressor, mas explicou que ele trabalha no depósito como caseiro.

Assista ao vídeo:

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.