Homem foi condenado por esmagar hamster até à morte em Lisboa

Homem foi condenado por esmagar hamster até à morte em Lisboa

Um homem de 26 anos foi apanhado na Estação do Saldanha, em setembro de 2016, ainda com as mãos ensanguentadas, após ter esmagado um hamster até à morte.

O caso seguiu para tribunal e agora, no passado dia 20 de março, o homem foi condenado a uma multa de 900 euros por crime de “maus-tratos a animais de companhia agravado”, além de ter ficar proibido de ter animais de estimação durante três anos.

“O tribunal deu como provado que o arguido, em setembro de 2016, dirigiu-se a uma loja de animais para comprar um hamster com o propósito de o matar”, segundo o comunicado publicado pela Procuradoria da Comarca de Lisboa.

“O arguido, de 26 anos, apertou o animal com força até o desmembrar, causando-lhe sofrimento e, assim, provocando-lhe a morte. Depois, colocou-o num saco, dentro de uma caixa de sapatos”, refere o mesmo texto.

Horas depois, o homem foi intercetado por agentes da PSP “nos corredores da Estação de Metro do Saldanha, em Lisboa, na posse da aludida caixa e ainda com as mãos ensanguentadas”.

Fonte: SAPO / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.