Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal

Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal
Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal, em Presidente Prudente (SP) — Foto: Polícia Militar Ambiental

Um homem, de 48 anos, foi multado em R$ 3 mil e ainda responderá criminalmente por maus-tratos a um cão. O caso aconteceu no Jardim Aeroporto, em Presidente Prudente (SP), neste sábado (28).

Após denúncia de que o animal estava sem água, sem comida e com ferimentos, a Polícia Militar Ambiental se deslocou até a residência e constatou que, para além do que já havia sido informado, o cachorro estava sem abrigo e com sinais de magreza excessiva.

Questionado, o dono do cão disse que ganhou o animal e que, por ele ser bravo e brigar com outros bichos, o deixa preso. Ele disse, ainda, que se arrependeu de ter levado o cachorro para casa.

Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal, em Presidente Prudente (SP) — Foto: Polícia Militar Ambiental
Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal, em Presidente Prudente (SP) — Foto: Polícia Militar Ambiental

De acordo com os policiais, “o homem não aparentou qualquer vínculo afetivo com o animal”.

O cachorro foi apreendido e deixado na sede do Projeto Latido, em Presidente Prudente.

O tutor do animal recebeu um auto de infração ambiental, no valor de R$ 3 mil, e ainda irá responder pelo crime de maus-tratos de animais domésticos, previsto no parágrafo 1-A, do artigo 32, da lei federal 9.605/98, com pena de reclusão, de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda.

Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal, em Presidente Prudente (SP) — Foto: Polícia Militar Ambiental
Homem ganha cão, se arrepende de pegá-lo e é multado em R$ 3 mil por maus-tratos ao animal, em Presidente Prudente (SP) — Foto: Polícia Militar Ambiental

Fonte: g1