Homem invade casa para surrar pit bull, vizinha interfere e tem carro alvejado

Homem invade casa para surrar pit bull, vizinha interfere e tem carro alvejado

Mulher de 26 anos, moradora do Jardim Colibri, região sul de Campo Grande, teve carro atingido por vários tiros na madrugada desta quarta-feira (1º). O veículo foi alvejado após sua proprietária ter a casa invadida pelo vizinho.

Segundo registro policial, o cachorro do homem, um pitbull, teria fugido e corrido para a casa da mulher. O vizinho foi atrás do cão, invadiu a residência e começou a surrar o animal.

A mulher e demais residentes interferiram para cessar as agressões ao cachorro. O vizinho não gostou, foi até sua casa para buscar arma e atirou diversas vezes no carro da mulher, um Fiat Uno.

O caso foi registrado na Depac-Cepol (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Cepol) como disparo de arma de fogo.

O veículo alvejado foi levado ao IPC-MS (Instituto de Perícias Científicas) e passará por análise técnica.

Punições – Disparar arma de fogo ou acionar munição em lugar habitado, via pública ou em direção a ela, ainda que sem intenção de praticar um delito, é crime inafiançável, com pena de prisão por dois a quatro anos e multa.

Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais domésticos também é crime. A pena prevista na Lei de Crimes Ambientais é de detenção, três meses a um ano, além de multa.

Por Jones Mário e Marta Ferreira

Fonte: Campo Grande News 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.