Homem preso em Gravataí (RS) é investigado por tráfico internacional de animais silvestres

Homem preso em Gravataí (RS) é investigado por tráfico internacional de animais silvestres

A Polícia Civil divulgou na manhã desta quarta-feira (31) que um homem preso em Gravataí com cerca de 240 aves silvestres está sendo investigado por tráfico internacional de animais.

Após ser detido na tarde de terça-feira (30), no bairro Morada do Vale, os agentes descobriram que ele encaminhava pássaros da região, além de alguns do Nordeste do país, para toda a Região Sul do Brasil, bem como para o Paraguai e o Uruguai.

As aves foram avaliadas em mais de R$ 400 mil. O delegado Alencar Carraro, responsável pela investigação, diz que havia muitos animais machucados, inclusive dentro de caixas de leite, e alguns eram de espécies raras.

— Algumas espécies nem foram identificadas ainda — ressalta Carraro.  Pelo menos quatro espécies são raras, sendo que cada animal custaria no mercado paralelo entre R$ 15 mil e R$ 30 mil. Segundo a investigação, o preso – que não teve o nome divulgado – é considerado um dos maiores traficantes de animais da Região Sul e oferecia as aves inclusive pela internet.

Segundo a investigação, muitos dos animais eram trocados por contrabando na fronteira com Uruguai e Paraguai. Por isso, o homem também está sendo investigado por lavagem de dinheiro, além de crime ambiental e maus tratos.

Carraro pretende descapitalizar e diminuir o poder econômico do traficante, que não teve o nome revelado pelo fato de que a investigação continua. O objetivo agora é identificar os receptadores.
Esta é a segunda grande apreensão de animais silvestres em Gravataí desde setembro. No mês passado, 70 pássaros foram apreendidos em uma residência às margens da RS-020.

Fonte: Gaúcha ZH

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.