Instituto Luisa Mell socorreu os dois animais que passam bem (Instituto Luisa Mell/Veja SP)

Homem que confessou à polícia ter esfaqueado cães de rua é solto em São Paulo

O ajudante-geral de 32 anos que esfaqueou dois cães de rua na Capela do Socorro, Zona Sul, e havia sido preso na sexta-feira (14) quando confessou o crime, foi liberado pela polícia. A informação foi repassada pela Secretaria de Segurança Pública a VEJA SÃO PAULO na noite de sábado (15).

Segundo a Divisão de Investigação sobre Infrações de Maus Tratos a Animais (DIIMA), Deiverson Pereira Mendes disse que cometeu o ato porque estava embriagado e que os bichos comiam suas carnes de churrasco. Ele responde ao processo em liberdade e o caso segue em investigação.

Os animais foram resgatados pelo Instituto Luisa Mell e passam bem. O autor foi localizado porque imagens da violência, captadas por celular, chegaram até o Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPCC). Foi possível identificar que o local da ocorrência foi na Rua Dover, em frente a uma adega.

De acordo com a ativista Luisa Mell, para conseguir golpear os cães o homem colocou um pouco de carne em uma marmita. “Assim que os cachorros se aproximavam ele dava uma facada”, escreveu ela em sua rede social.

Fonte: Veja

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.