Homem que deu marretadas na cabeça de cadela diz que agressão foi em ‘momento de raiva’

Homem que deu marretadas na cabeça de cadela diz que agressão foi em ‘momento de raiva’
Princesa está fora de perigo após ser atacada com uma marreta — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O pintor Pedro França, que agrediu uma cadela com marretadas na cabeça em Lajeado, falou sobre o caso à TV Anhanguera. Ele confessou o crime e tentou explicar o motivo. “Eu estava em um momento de raiva, um momento nervoso”, disse. França não soube informar porque jogou tinta vermelha sobre o animal. “Como é que eu vou explicar pro senhor? Como é que eu vou jogar um monte de tinta? Poderia ter sido azul, verde, vermelha”.

O homem responde em liberdade pelo crime. A cachorrinha foi resgatada por Talita Portilho, uma protetora dos animais que testemunhou a situação. “Quando eu cheguei eu vi o buraquinho que tinha na cabeça dela e tava sangrando muito pelo nariz e pela boca. Aí eu falei pra ele: nossa, olha aqui, ela está sangrando, ela vai morrer. Aí ele falou: não, isso não é sangue não, eu tava brincando com ela”, contou.

Pintor confessou ter agredido a cadela — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Após ser levada para o veterinário, Princesa, como passou a ser chamada, foi diagnosticada com uma abertura no crânio e começou a passar pelo tratamento. Ela está fora de perigo. Uma vaquinha online foi criada para ajudar a pagar os custos da medicação.
Princesa ainda está coberta de tinta, já que não pode tomar banho para não diminuir a temperatura corporal e prejudicar a recuperação.

O delegado Heliomar dos Santos Silva, responsável pelo caso, explicou porque França está livre mesmo após confessar. “Como nestes casos a lei prevê uma pena muito pequena, de três meses a um ano e multa, e ele assumiu o compromisso de comparecer perante à Justiça. Não foi autuado em flagrante nem exigido o pagamento de fiança, foi tão somente lavrado o termo circunstanciado de ocorrência”.

Fonte: G1

Cadela de rua agredida com marretadas na cabeça é pintada de vermelho para disfarçar sangramento

Cadela que teve abertura no crânio após marretadas na cabeça está fora de perigo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.