Homem que já havia atirado em cão é acusado de crueldade contra cavalo em Rensselaerville, EUA

Homem que já havia atirado em cão é acusado de crueldade contra cavalo em Rensselaerville, EUA
Gary N. Packard

Um homem do condado de Albany está enfrentando acusações de crueldade animal por supostamente maltratar um cavalo, disse Craig Apple, xerife do condado de Albany, na última sexta-feira.

Gary N. Packard, 79 anos, de Rensselaerville, foi acusado pelos delegados de não fornecer alimento adequado/crueldade aos animais, uma contravenção de classe A, disse o xerife.

Rensselaerville fica a cerca de 4,8 km ao norte de East Durham, no condado de Greene. Após uma investigação, Packard foi preso em sua casa na quinta-feira, continuou Craig Apple.

Packard possuía um cavalo que teria sido mantido em condições inadequadas e sem comida ou água potável.

Um cavalo chamado Ben foi transferido para um local seguro a fim de receber cuidados adequados. Seu dono está enfrentando acusações de crueldade contra animais. Foto cedida.
Um cavalo chamado Ben foi transferido para um local seguro a fim de receber cuidados adequados. Seu dono está enfrentando acusações de crueldade contra animais. Foto cedida.

Quando os investigadores inicialmente viram o animal, que se chama Ben, viram que estava abaixo do peso, precisando de cuidados veterinários e cuidados com os cascos, disse o xerife.

Membros da unidade de investigações criminais do Departamento do xerife do condado de Albany emitiram um mandado de busca e apreensão nas instalações de Packard e apreenderam o cavalo, que foi transferido para um local seguro a fim de receber cuidados adequados.

Packard recebeu uma solicitação para comparecer ao tribunal da cidade de Rensselaerville em uma data posterior.

De acordo com a lei penal estadual, crueldade contra animais é definida como falha em fornecer sustento adequados/crueldade aos animais por uma pessoa que, tendo apreendido ou confinado qualquer animal, recusa ou negligencia o fornecimento ao mesmo durante seu confinamento, como suprimento suficiente de ar, comida, abrigo e água de boa qualidade.

Se condenado, Packard pode ser condenado a até um ano de prisão, multado em até US$ 1.000 ou ambos. Em abril, um casal de Rensselaerville também foi preso por acusações de crueldade contra animais.

David R. Packard, 72, e sua esposa, Beth Mickle-Packard, 68, foram acusados de atirar duas vezes na cabeça de seu cachorro e abandoná-lo em uma vala para morrer.

O cão da raça border collie, chamado Duke, foi encontrado na estrada Peasley, em Berna, a uma curta distância de Rensselaerville. O cão estava muito abaixo do peso, apresentando dois ferimentos à bala na cabeça e precisou ser sacrificado, relatou o xerife.

A polícia não informou se Gary Packard e David Packard são parentes.

Por Bill Williams / Tradução de Alda Lima

Fonte: Hudson Valley 360

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.