Homem suspeito de matar tucano decapitou ave para usar bico em artesanato, diz Polícia Ambiental

Homem suspeito de matar tucano decapitou ave para usar bico em artesanato, diz Polícia Ambiental

O vendedor de 40 anos suspeito de matar um tucano em São João da Boa Vista (SP) decapitou com o objetivo de utilizar o bico na fabricação de artesanato, segundo a Polícia Ambiental.

O suspeito vai responder pelo crime ambiental em liberdade. De acordo com a polícia, ele foi autuado em R$ 6 mil. A multa por decapitar o animal é de R$ 3 mil, mas o valor dobrou por causa da morte da ave silvestre.

Moradores chamaram a Polícia Militar e denunciaram o homem, que cometeu o crime na Praça Central, no bairro Oposto. O corpo e a cabeça da ave foram encontrados em uma vegetação no local.

O vendedor de artesanatos foi levado para o Plantão Policial onde prestou depoimento e foi liberado.

Maus-tratos

Pela lei nº 9.605/98, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos pode resultar em prisão de 3 meses a um ano e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Em dezembro do ano passado, o Senado aprovou um projeto que aumenta para até quatro anos a pena para quem maltratar animais. A pena pode aumentar em até um terço (mais de um ano) se o animal morrer. O texto seguiu para análise da Câmara dos Deputados.

Fonte: G1

Homem é detido suspeito de matar e decapitar tucano em praça de São João da Boa Vista, SP

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.