Homem transforma sua residência em santuário para 300 gatos em Nova York, EUA

Homem transforma sua residência em santuário para 300 gatos em Nova York, EUA
Foto: Happy Cat Sanctuary

Quando se trata do tratamento de outros animais, os seres humanos ainda têm muito a evoluir. Nós ensinamos cães a lutar uns contra os outros usando gatos como isca, abandonamos animais que só conheceram nossas casas ou deixamos de satisfazer suas necessidades básicas.

É doloroso pensar que qualquer um poderia maltratar gatos e cães, mas isso acontece. Felizmente, existem belos seres humanos que fazem o bem para neutralizar essa crueldade que existe no mundo.

O Happy Cat Sanctuary em Long Island, em Nova York (EUA), foi inaugurado em 2006 depois que seu fundador Chris Arsenault perdeu seu filho em um acidente de moto. Não é possível falar sobre essa dor, apenas um pai que perdeu uma criança poderia entender isso. Mas, nós sabemos disso: superar a tragédia e criar algo bonito e altruísta é algo incrível e foi exatamente assim que Arsenault começou o santuário.

Não muito tempo depois de perder seu filho no acidente trágico, Arsenault cuidou de uma colônia de 30 gatinhos doentes. A partir desse momento crucial, ele soube que sua missão era resgatar gatos.

Ele transformou sua residência em um santuário para mais de 300 gatos. Todos os gatos adultos e filhotes que chegam ao abrigo são esterilizados ou castrados, escovados regularmente e recebem muito amor e atenção.

Além de terem um espaço projeto para o seu entretenimento, eles também têm acesso ao exterior com estruturas que podem escalar, arranhar e passar o tempo.

A saúde e a segurança dos pequenos é prioridade máxima. Como fica claro na imagem, a a área é cercada para que eles sejam livres para percorrer o quintal, mas não cheguem às ruas movimentadas. Além disso, existem câmeras de segurança.

O Happy Cat Sanctuary abre suas portas para todos os gatos: jovens e idosos, doentes, cegos, com habilidades diferentes e aqueles que foram traumatizados por abusos.

Arsenault faz questão de garantir que todos eles tenham tudo de que necessitam enquanto trabalha para encontrar novas famílias que acolham os felinos com o carinho que merecem, informou o One Green Planet.

Por Juliana Bittencourt

Fonte: O São Gonçalo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.