Homem viaja e deixa cachorro morrer em residência, em Aquidauana, MS

Homem viaja e deixa cachorro morrer em residência, em Aquidauana, MS

Uma equipe de policiais militares ambientais de Aquidauana recebeu denúncia de moradores, de que poderia haver um cachorro morto na residência de um vizinho, tendo em vista que o homem é vendedor e permanecia muito tempo fora de casa.

A PMA foi ao local, no bairro Santa Terezinha e, quando chegou, verificou que o cachorro sem raça definida estava morto em adiantado estado de putrefação dentro da residência. O fato aconteceu no dia 14, porém, o infrator foi autuado somente ontem (28), quando chegara de viagem. Naquele dia, os policiais conseguiram o telefone do tutor e mantiveram contato, quando foram informados por ele que estava viajando, mas que deixou uma pessoa cuidando.

A PMA tinha pedido no dia 14 para o suposto cuidador ir ao local e ele afirmou que o cachorro estava doente, porém, tinha vindo à casa somente há dois dias, porém, pelo estado do animal, aparentemente ele estava morto há mais tempo. O cachorro foi recolhido e encaminhado ao aterro sanitário da cidade.

O tutor do cachorro, de 36 anos, residente em Aquidauana, foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.000,00. Ele também responderá por crime ambiental de maus-tratos ao cachorro, com pena de dois a cinco anos de reclusão.

Por Andrea Patino

Fonte: Enfoque MS


Nota do Olhar Animal: Este crime é incrivelmente comum na época das festas de fim de ano. Animais são abandonados dentro de residências sem água e comida suficientes, sem ter quem cuide deles. Os tutores simplesmente não se importam com o sofrimento do animal. Nem mesmo com a morte.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.