Hospital Veterinário de Santo André (SP) alcança 95% de obras concluídas

Hospital Veterinário de Santo André (SP) alcança 95% de obras concluídas
Hospital Veterinário de Santo André. Crédito: Alex Cavanha/PSA

O Hospital Veterinário público de Santo André está cada vez mais perto de abrir suas portas para a população e seus animais de estimação. O equipamento, localizado ao lado da Sabina Escola Parque do Conhecimento, está quase pronto, com obras alcançando os 95% de conclusão.

Um dos diferenciais deste hospital veterinário para outros equipamentos municipais do Estado é que o mesmo foi sido construído do zero para, de fato, atender os pets, com estrutura e planejamento voltados a esta finalidade. O prefeito Paulo Serra esteve no local nesta semana, junto dos secretários de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Vitor Mazzetti Filho, e de Meio Ambiente, Fabio Picarelli, para acompanhar a evolução das intervenções.

“Não é prédio adaptado, mas prédio novo, planejado, pensado com todo o conceito para ser um hospital veterinário. Nosso secretário (Fabio Picarelli) e a equipe visitaram o que tem de melhor no Estado de São Paulo e conseguimos tirar do papel algo que fica muito diferente do que quando você adapta um prédio antigo ou lugar onde funciona outro tipo de equipamento. Aqui, por exemplo, terá centro cirúrgico, todo layout para acesso das pessoas com seus animais, tudo pensado, um projeto diferenciado e estamos felizes em entrar nessa fase final”, exaltou o prefeito Paulo Serra.

Os funcionários que trabalham na obra estão finalizando as instalações elétricas e realizando o acabamento em geral, cada vez mais perto de seguir para o próximo estágio, que é mobiliar todo o equipamento.

O espaço de dois andares tem área construída de aproximadamente 700 metros quadrados, contemplados com recepções, consultórios, salas cirúrgicas, salas de pré e pós-cirúrgico, salas de internação, observação e espera, solarium para cães e gatos, espaço para adoção, área administrativa, copa, laboratório, salas de coleta e esterilização. O investimento é de R$ 2,8 milhões, com recursos do próprio município.

Após a finalização da obra, o equipamento será gerenciado pela Secretaria de Meio Ambiente, por meio do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal.

Por Dérek Bittencourt

Fonte: ABC do ABC

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.