Hospital veterinário faz campanha de doação de sangue para cães e gatos em Eunápolis, BA

Hospital veterinário faz campanha de doação de sangue para cães e gatos em Eunápolis, BA
Cadu teve anemia por conta de uma doença e precisou de transfusão de sangue (Fotos: Reprodução/ TV Santa Cruz)

Um Hospital veterinário de Eunápolis, cidade no extremo sul da Bahia, busca doadores de sangue para cães e gatos. A unidade, que é particular, tem feito campanha para aumentar o número de doadores, pois o estoque é insuficiente para atender a demanda. No momento, apenas sete animais são doadores frequentes e fazem o procedimento uma vez por mês. A principal dificuldade é achar doadores da mesma espécie.

Animais com a saúde debilitada, conforme explica a veterinária Thais Pitelli, podem precisar de uma transfusão de sangue emergencialmente. “É frequente a gente atender animais atropelados, animais em estado grave e, por isso, a gente precisa tanto de doação de sangue. Muitas vezes ela é o único recurso para salvar uma vida de imediato, até a gente ganhar tempo para entrar com tratamento específico”, afirma.

Foi o caso do cachorro Cadu, que há duas semanas teve uma espécie de anemia severa causada por uma doença transmitida pelo carrapato. Ele chegou ao hospital com menos de 15% de hemácias no sangue. O ideal é de 35%. A solução para salvar a vida de Cadu, foi uma transfusão de sangue. O cachorro agora passa bem.

Cão Logan é doador de sangue

“Tô muito feliz que deu certo. A transfusão ajudou mesmo ele. Hoje ele já está mais estável, está se alimentando bem, tá se recuperando da doença. Eu faço uma pelo para quem tem cachorro que possa estar doando, que doe”, disse o promotor de vendas Uarlen Neres Aguilar, dono do Cadu.

Cão-doador

O box Logan, do empresário Leno Vargens, já doou sangue três vezes no hospital veterinário. Em 20 minutos, a equipe da unidade coleta 500 ml do sangue dele. A quantidade pode ajudar a salvar a vida de até três animais que precisem de uma transfusão. Antes de ser submetido ao procedimento, o cachorro passa por exames que avaliam se ele está livre de doenças.

“Eu acredito que ele, por ser um animal e por sentimento que tem, deve sentir também um certo valor próprio. E eu sinto um orgulho absurdo por ter um animal que está aí para salvar vidas”, relata o dono de Logan.

Estoque de bolsas de sangue no hospital veterinário
é insuficiente

Antes de levar o animal par doar sangue, o dono deve ficara atento aos pré-requisitos. Para os cachorros, as exigências são: ter mais 23 kg, estar saudável, ter entre um e 8 anos de idade e ser dócil. Entre os gatos, além de estar saudável e ser dócil, o animal deve ser jovem e pesar mais de 4 kg.

Campanha

Com o intuito de conseguir mais cães e gatos que possam doar sangue, o hospital vai realizar no dia 28 de janeiro, na araça do bairro Vivendas Costa Azul, a primeira campanha de conscientização dos donos de animais. A ideia é também cadastrar novos doadores e mostrar a importância do gesto.

Independente da ação, as coletas são feitas no Hospital Veterinário Intensivita de segunda a sexta, das 6h às 18h, e aos sábados, das 6h às 13h. A unidade fica às margens da BR-101, na Urbis 2.

Assista ao vídeo clicando aqui.

Fonte: G1 (com informações da TV Santa Cruz)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.