Ibama usa agentes disfarçados de turistas em operação contra exploração de animais silvestres, no AM

Ibama usa agentes disfarçados de turistas em operação contra exploração de animais silvestres, no AM

Para coibir o uso de animais silvestres no turismo na região de Manaus, agentes do Ibama se disfarçaram de turistas para realizar operação na Reserva Janauari. O grupo entrou na área onde é feita a exposição de espécies, apreendeu jacarés, cobras e preguiças, e os soltaram na região do município de Iranduba, localizado a 27 km de Manaus. Seis pessoas foram autuadas pela prática.

No saldo final, foram recuperados seis jacarés, duas cobras sucuris e duas preguiças. Esses animais eram usados para exposição para turistas. No Amazonas é comum a prática de uso de animais silvestres para “promover” a região a visitantes.

Os autos de infração variam de 5 mil reais por indivíduos de espécies que estão na lista CITES, que agrega espécies sob ameaça de extinção. Por indivíduo de espécie que não consta na lista, a multa é de R$ 500.

Neste caso, tanto as sucuris quanto os jacarés constam na lista, segundo nota o Ibama.
Em nota, o órgão orienta que os pacotes de turismo não façam a adesão a esse tipo de prática de utilização de animais silvestres. A ação pode gerar diversos prejuízos para a preservação da fauna.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.