Idosa é presa em flagrante por maltratar três cães em casa cheia de lixo e entulhos no Recife, PE

Idosa é presa em flagrante por maltratar três cães em casa cheia de lixo e entulhos no Recife, PE
Cachorro foi resgatado em casa cheia de lixo, fezes e entulhos, no Ibura, na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

Uma idosa de 62 anos foi presa em flagrante por maus-tratos contra três cães, no Ibura, na Zona Sul do Recife. Segundo a Polícia Civil, os animais estavam em um quintal repleto de lixo, entulho e fezes, desnutridos e expostos ao sol e chuva.

A captura ocorreu na quinta-feira (21) e foi divulgada nesta sexta-feira (22). A mulher foi presa após denúncias de moradores da região, que reclamavam, além da situação em que se encontravam os cachorros, do mau cheiro e problemas causados pelo acúmulo de objetos e lixo na casa da idosa.

A prisão foi feita pela delegada Isabela Veras, da Delegacia do Meio Ambiente (Depoma). “Foi verificado o flagrante de três cães em situação de maus-tratos, expostos a sol e chuva, com fezes, lixo, sem comida e água, desnutridos e amarrados com corrente. São três cachorros de raça não definida e, segundo veterinários e fiscais, eles estavam em situação de abuso”, disse a delegada.

Levada para a delegacia, a idosa foi ouvida e encaminhada a audiência de custódia. Nesta sexta-feira, a mulher foi liberada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) por não ter antecedentes criminais.

Ela responderá pelo crime de maus-tratos, previsto na Lei de Crimes Ambientais. A pena varia entre dois e cinco anos de prisão.

“Fizemos ouvidas de pessoas que moram ao redor, vizinhos, entre outros. Ela é uma acumuladora. Os vizinhos reclamam de mau cheiro por causa disso. Os cães foram levados para uma ONG, para uma pessoa que será depositária fiel, após os devidos cuidados de saúde e higiene. Eles estavam sem nenhuma doença”, disse a delegada.

Cachorros resgatados no Recife foram levados a ONG que cuida de animais. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Fonte: G1

Protetor não é acumulador: cuidado com essa construção especista!

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.