Idoso condena maus-tratos contra cão achado queimado dentro de saco em SP: ‘Pedra no lugar do coração’

Idoso condena maus-tratos contra cão achado queimado dentro de saco em SP: ‘Pedra no lugar do coração’
Bombeiros resgatam cachorro queimado e amarrado em saco plástico em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV

O morador que ajudou a socorrer um cachorro vítima de maus-tratos em Ribeirão Preto (SP) condenou a atitude das pessoas que o feriram e o abandonaram para morrer. O cão foi queimado e deixado amarrado dentro de um saco, no bairro Ipiranga, zona Norte da cidade.

“No lugar do coração dessa pessoa tem uma pedra, e na cabeça tem outra. Isso não é coisa que se faça. Essas pessoas não prezam a vida”, diz o aposentado Ildo Maximiliano.

O animal foi levado pelo Corpo de Bombeiros à Coordenadoria de Bem Estar Animal (Cbea), onde recebe tratamento. Segundo a médica veterinária Carolina Vilela, apesar das condições em que foi encontrado, ele não corre risco de morrer.

Não há suspeitos. A pena para quem comete crime de maus-tratos pode chegar a quatro anos de detenção.

O aposentado Ildo Maximiliano ajudou a socorrer cachorro em Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV
O aposentado Ildo Maximiliano ajudou a socorrer cachorro em Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV
‘Crueldade’

O saco com o cachorro foi deixado embaixo de um carro estacionado na Rua Javari, na quinta-feira (20). A dona de casa Maria Roberta Eliano tinha saído de casa para alimentar uma cachorrinha, quando percebeu o comportamento estranho dela.

“Eu puxei o saco porque a cachorrinha estava correndo em volta, assustada. No que eu puxei, algo se bateu dentro do saco. Pedi ajuda ao seu Ildo porque fiquei com medo que fosse uma criança. Quando ele abriu, a gente viu que era um cachorro”, diz.

Segundo Maria Roberta, dentro do saco, duas sacolas cobriam a cabeça do cão, dificultando ainda mais a respiração. Ele também estava amarrado com um fio. Ela rasgou o plástico e chamou os bombeiros para ajudarem o animal.

O resgate foi gravado em vídeo por moradores. As imagens mostram dois bombeiros cortando sacolas das patas e um tecido amarrado ao pescoço dele.

Cachorro resgatado por bombeiros queimado e amarrado em saco plástico em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV
Cachorro resgatado por bombeiros queimado e amarrado em saco plástico em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV

A médica veterinária responsável pelo atendimento afirma que o animal foi torturado. “Foi muita crueldade. O pelo está queimado, é muito triste. Os membros estão em carne viva. Colocaram fogo nele e deixaram dentro do saco para morrer.”

Ainda chocada, Maria Roberta diz que nunca imaginou se deparar com este tipo de situação. “Eu falo para as pessoas que quanto mais eu conheço o ser humano, mais eu estou gostando do animal. O ser humano está sem coração. Jamais eu pensei que ia acontecer isso aí.”

A presidente do Conselho de Bem-Estar Animal de Ribeirão Preto, Cristina Dias, afirma que é importante que os casos de maus-tratos sejam denunciados, para que os responsáveis sejam investigados e punidos.

“O que nós temos que lembrar é que é uma pessoa perigosa para a sociedade. Quem faz isso com um animal, possivelmente, e muito provavelmente, fará com as pessoas coisas até piores”.

Cachorro recebe cuidados médicos após ser resgatado em Ribeirão Preto, SP — Foto: Luciano Tolentino/EPTV
Cachorro recebe cuidados médicos após ser resgatado em Ribeirão Preto, SP — Foto: Luciano Tolentino/EPTV

A polícia informou que as denúncias podem ser registradas na delegacia eletrônica de proteção animal.

O cachorro resgatado deve ficar em tratamento pelos próximos meses, para depois ser liberado para adoção. Quem tiver interesse, pode ir até o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que fica na Avenida Eduardo Andrea Matarazzo (Via Norte), 4255.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.