Ilhados no Arroio Tega, cachorros são resgatados pelos bombeiros em Caxias do Sul, RS

Ilhados no Arroio Tega, cachorros são resgatados pelos bombeiros em Caxias do Sul, RS
Após uma descida de 20 metros das margens da BR-116 até o início de um paredão de sete metros de altura ¿ onde foi necessário o uso de equipamentos de rappel ¿ os militares conseguiram acessar o local onde estavam os animais Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros Militar de Caxias do Sul / Corpo de Bombeiros Militar de Caxias do Sul

A forma como quatro cachorros ficaram ilhados no Arroio Tega, em Caxias do Sul, ainda é um mistério para os bombeiros que os resgataram por volta do meio-dia desta terça-feira (5). Após uma descida de 20 metros pelas margens da BR-116, até o início de um paredão de sete metros de altura — onde foi necessário o uso de equipamentos de rappel — os militares conseguiram acessar o local onde estavam os animais. Os bichos estavam próximos de pequenas cavernas que ficam dentro do paredão.

Acionada por moradores do bairro Vila Verde, a guarnição do bairro Cruzeiro iniciou a operação às 10h30min. Quatro bombeiros participaram da operação que, mesmo encerrada, ainda gera curiosidade. 

Operação em paredão com sete metros de altura durou cerca de uma hora e meia. – Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros Militar de Caxias do Sul

— A gente não sabe como chegaram e nem há quanto tempo estavam ali. Estava tudo cercado por água. Até tinha uma pedra próxima, mas que eles não conseguiam alcançar — afirma o sargento Tiago Martins de Carvalho.

Segundo ele, dois moradores próximos escutaram os uivos e chegaram a tentar acessar o local, porém, devido ao grau de dificuldade, acionaram os bombeiros, que atuaram com equipamentos de segurança.

Após o resgate, um dos cães ficou assustado e acabou fugindo; os outros três foram levados ao Canil Municipal. – Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros Militar de Caxias do Sul

Ainda conforme o sargento, após o resgate, um dos cães ficou assustado e acabou fugindo. Os outros três — uma fêmea e dois machos — estavam em boas condições de saúde e foram levados ao Canil Municipal.

Por Milena Schäfer

Fonte: Pioneiro

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.