Ilhéus (BA) terá Feira de Adoção de Animais dia 11 de dezembro

Ilhéus (BA) terá Feira de Adoção de Animais dia 11 de dezembro
Ilhéus terá Feira de Adoção de Animais dia 11 de dezembro (Foto: Reprodução Internet)

No próximo dia 11 de dezembro, das 10 às 16 horas, em estande montado nas proximidades da Catedral de São Sebastião, na avenida Soares Lopes, será realizada mais uma Feira de Adoção de Animais. O evento é promovido pelo Instituto de Proteção Animal “Planeta dos Bichos”, sediado na rua H, número 102, bairro Nelson Costa, Zona Sul de Ilhéus, e periodicamente oferece este tipo de oportunidade à comunidade.

A presidente do Planeta do Bichos, Maria da Conceição Barbosa, conhecida como Ceiça Protetora, informa que, para adotar animais, transformar-se em voluntário ou realizar doações para o instituto (que não possui fins lucrativos), os interessados devem entrar em contato por meio do telefone (73) 99119-2101. Ela acrescenta que para visitar a entidade é necessário agendamento.

Para adotar animais, nas feiras ou na instituição, é necessário ter 18 anos completos, além de apresentar o RG (carteira de identidade) e um comprovante de residência. No momento da adoção, informa Maria da Conceição, é assinado o termo de posse responsável, com uma via ficando com o novo tutor do animal e a outra com o instituto.

A presidente do Planeta dos Bichos chama a atenção das pessoas que pretendem fazer adoções durante a feira. “A título de contribuição, gostaríamos que os adotantes levassem ração, produtos de limpeza, medicamentos veterinários e quaisquer contribuições financeiras. A nossa instituição vive de doações e conta com apoio de 15 voluntários, sempre dispostos a realizar serviços em geral no nosso instituto”, esclarece.

Ceiça Protetora afirma que, atualmente, o espaço conta com cerca de 20 cães para adoção. Segundo ela, nos eventos da instituição também são oferecidos gatos. A última Feira de Adoção de Animais foi realizada na praça São João Batista, no Pontal, zona sul da cidade.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.