Corpo de Bombeiros

Incêndio destrói vegetação e mata animais silvestres em MT; veja foto

Uma foto divulgada pelo Corpo de Bombeiros de Mato Grosso de um incêndio em uma vegetação próximo da Avenida das Nações, em Lucas do Rio Verde (335 km de Cuiabá), nesta terça-feira (20), provocou comoção e indignação. A morte de animais silvestres como essa paca (foto acima).

De acordo com dados oficiais divulgados pelo Estado, Mato Grosso registrou, de janeiro a 15 de agosto deste ano, 12.990 focos de calor.
O número alcançado coloca o estado como o que mais teve queimadas entre as unidades da Amazônia Legal.

Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O estado do Pará ocupa o segundo lugar no ranking, com 7.737 focos e o Amazonas fica em terceiro com 6.315 registros.

Somente no período de 15 de julho a 15 de agosto, primeiro mês do período proibitivo de queimadas, Mato Grosso registrou 5.540 focos de calor. Em números absolutos, MT ficou em terceiro lugar. O topo do ranking foi ocupado pelo o Pará, com 6.664 focos seguido o estado do Amazonas, com 5.918.

Diante dos números, as Secretarias de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e de Meio Ambiente (Sema-MT) deflagraram a operação “Abafa Amazônia” na Região Norte mato-grossense.

A ação será realizada com o emprego das forças de segurança: – Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Politec e demais órgãos, a exemplo da Defesa Civil e o Comitê Estadual de Gestão do Fogo.

Nesta primeira etapa serão contemplados os municípios de Vera, Feliz Natal e Cláudia. A operação tem o objetivo de combater os crimes por desmatamento e degradação florestal, queimadas irregulares e incêndios florestais. As ações repressivas seguem até o dia 28 de agosto. Outras edições serão deflagradas e contemplarão outras regiões.

No final da tarde desta quarta-feira (21), o governador Mauro Mendes (DEM) e o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, concederão entrevista coletiva na base do Ciopaer, no Aeroporto Marechal Rondon, para falar sobre as ações que estão sendo desenvolvidas para combater os focos de incêndio no Estado. Com assessoria.

Fonte: MT+

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.