Indiciado por morte de cavalo em Belém (PA) é liberado por falha na Lei de Maus-tratos

Indiciado por morte de cavalo em Belém (PA) é liberado por falha na Lei de Maus-tratos

O tutor de um cavalo, responsabilizado pela morte do animal no último sábado (2), no bairro do Jurunas, em Belém, com sinais de maus-tratos, foi liberado após prestar esclarecimentos à polícia. A informação foi confirmada pela Polícia Cívil, que instaurou procedimento para apurar o crime de maus tratos.

O cavalo foi encontrado por uma equipe policial após denúncias de que tinha sido abandonado, sem conseguir se locomover, por causa dos maus-tratos, que resultaram em sua morte. Não houve autuação em flagrante, pois a nova alteração da Lei Nº 14.064/2020, conhecida como “Lei Sansão”, só especifica o procedimento quando o caso envolve cães e gatos.

O homem que vendeu o animal também foi localizado e conduzido à unidade policial, onde prestou esclarecimento e foi liberado.

Fonte: O Liberal  (com informações da Agência Pará)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.