Inglaterra: tutor é proibido de ter animais por 12 anos após ataques chocantes contra cães

Inglaterra: tutor é proibido de ter animais por 12 anos após ataques chocantes contra cães
Thomas Hardy, 32 anos, de Billingham e a fêmea Cockapoo, ele foi pego abusando fisicamente pelo CCTV (Foto: RSPCA)

Imagens de segurança de Billingham, um bairro da Inglaterra, mostraram Thomas Hardy jogando violentamente uma cachorra da raça cockapoo em um elevador antes de chutá-la no queixo.

Hardy também bateu no animal cinco vezes na cabeça e a estrangulou em 18 de julho do ano passado.

Dez dias depois, ele puxou violentamente outro cão, da mesma raça, pelas patas dianteiras.

Hardy, 32 anos, foi processado pela RSPA (Sociedade Protetora dos Animais local) e admitiu duas acusações de causar sofrimento desnecessário a um animal protegido por lei, infligindo traumatismo contundente, violência física e comportamento intimidatório.

Ele recebeu uma sentença de prisão suspensa de 24 semanas pelo Tribunal de Magistrados de Teesside.

O inspetor-chefe da RSPCA, Mark Gent, disse: “É difícil entender como alguém pode tratar os animais com tanto desprezo e crueldade, e nunca saberemos, já que o réu se recusou a responder as perguntas feitas sobre isso”.

“Gostaríamos sinceramente de agradecer à polícia e ao pessoal de segurança pela sua assistência neste caso, que tem sido perturbador para todos os envolvidos.”

Imagens de segurança mostraram o réu segurando a cachorra pela nuca enquanto apertava a campainha para poder entrar.

Ele segurou a cachorra entre as pernas com as coxas comprimindo o peito dela enquanto ela estava suspensa do chão.

Hardy então a estrangulou e a ergueu ainda mais do chão antes de dar um soco em sua cabeça com a mão direita.

Mais tarde, ela foi encontrada nervosa e encolhida em um apartamento mal cuidado e cheio de fezes. O animal foi apreendido pela polícia e colocado aos cuidados da RSPCA.

No incidente de 28 de julho, o outro cachorro da mesma raça, que não pertencia a Hardy, foi visto seguindo-o abanando o rabo antes de Hardy puxá-lo violentamente pelas patas dianteiras.

Seu paradeiro é desconhecido.

Um veterinário disse que Hardy infligiu dor e medo a ambos os cães e, como resultado, eles sofreram desnecessariamente.

Hardy teve sua sentença suspensa por 24 meses.

Por Mark Payne / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Hartlepool Mail