Irmã de Zanin, ministro do STF, sofreu escoriação e cachorro teve lesão na pata com sangramento durante ataque em SP, apontam laudos

Irmã de Zanin, ministro do STF, sofreu escoriação e cachorro teve lesão na pata com sangramento durante ataque em SP, apontam laudos
Irmã de Zanin, ministro do STF, é atacada na Zona Oeste de SP — Foto: Reprodução

Laudos apontam que a advogada Caroline Zanin Martins, irmã do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cristiano Zanin, sofreu escoriação na perna direita e um dos seus cachorros teve lesão na pata com sangramento após um pedestre atacá-los em Perdizes, zona oeste de São Paulo.

VÍDEO: Irmã de Zanin, ministro do STF, é atacada em São Paulo

Uma câmera de segurança registrou o momento da agressão, na última segunda-feira (16). Nas imagens, é possível ver que a advogada estava parada com seus dois cachorros na frente de um prédio, quando um homem passa e dá pontapés nela e nos animais (veja acima).

Segundo a reportagem do g1 apurou, o laudo de lesão corporal do Instituto Médico Legal (IML) constatou que havia escoriação na região lateral da perna direita de Caroline. A perícia considerou que as lesões são de natureza leve.

Já o laudo veterinário apontou que um dos animais de estimação de Caroline, da raça Welsh Corgis, sofreu lesão na pata, unha e sangramento no local. O animal foi medicado em uma clínica veterinária após apresentar dor.

Investigação

O caso foi registrado como lesão corporal e ato de abuso a animais. Durante as investigações, o suspeito foi identificado como Rogério Cardoso Júnior, de 64 anos, vizinho de Caroline. Ele foi intimado para comparecer à delegacia nesta quarta. Porém, não foi até a unidade.

O g1 tenta contato com a defesa de Rogério.

Caroline prestou depoimento no 23º Distrito Policial nesta quarta-feira (18) e reconheceu Rogério por meio de uma foto como o suspeito de agredi-la. Ela também fez a representação para instauração de inquérito policial.

Até a última atualização desta reportagem, a polícia não sabia o que havia motivado as agressões.

‘Me sinto totalmente insegura

Caroline afirma que não conhece o agressor e que nunca o viu antes pelo bairro. Ao g1, ela disse que foi traumatizante e está se sentindo insegura. Por isso, pretende se mudar de onde mora.

“Ele [suspeito] chegou do nada. Foi tudo muito rápido e traumatizante. Penso realmente em me mudar. Eu me sinto totalmente insegura”, afirmou a advogada nesta quinta-feira (19).

Polícia investiga ataque a irmã de Zanin, ministro do STF — Foto: Reprodução
Polícia investiga ataque a irmã de Zanin, ministro do STF — Foto: Reprodução

Ainda conforme a advogada, ela acredita que não tenha sido motivação política por conta do irmão, ministro do STF.

“Num primeiro momento eu acredito que não tenha motivação política. Até porque todos temos o direito de termos opiniões e posicionamentos políticos sem que isso resulte em qualquer forma de agressão. Mas as investigações é que vão poder nos confirmar isso”, diz Caroline.

“Penso ter sido mais uma agressão contra a mulher e animais porque sei que este tipo de violência é muito mais comum do que se imagina. Confio plenamente na justiça e tenho a certeza de que tudo será esclarecido da melhor forma”, complementou.

Por Paola Patriarca

Fonte: g1