Isolamento: mulher come somente uma vez ao dia e com o restante alimenta seus 13 cães

Isolamento: mulher come somente uma vez ao dia e com o restante alimenta seus 13 cães
A Meena.

Em uma época onde os seres humanos sofrem de depressão a tédio devido à quarentena, aqui temos uma mulher que vive com seus 13 cães em uma pequena casa em Mylapore, na Índia, sem nenhum arrependimento.

Ela come somente uma vez por dia, mas nunca deixa seus cães sofrerem.

A Meena, que trabalha como cozinheira em algumas casas, mora com seus cães em sua pequena casa de dois cômodos há mais de 21 anos.

Meena sabia que haveria falta de comida quando o governo central impôs o isolamento para evitar o alastramento do Covid-19. Ela conseguiu um adiantamento em seu salário e estocou arroz e ração.

“Eu fique sem graça quando pensei em pedir um adiantamento de salário para as pessoas em cujas casas eu tenho trabalhado há tanto tempo. Mas eu (ou meus cães) tive sorte. Dois proprietários me deram o salário relativo a dois meses adiantado, e eles sabiam que eu tenho uma família de 13 cães para cuidar”, disse Meena.

Cuidar de cães é algo que a conecta com Deus. Fotografias de Sai Baba ficam penduradas no corredor de entrada de sua casa.

Apesar de haver muitas pessoas que alimentam cães na cidade, o que faz com que Meena seja diferente é o fato de que ela devotou sua vida ao cuidado de cães. Com 39 anos, Meena permanece solteira, principalmente porque não quer ninguém que fique entre ela e seus cães. Ela trabalha como empregada doméstica no período da manhã, e o dinheiro que recebe é usado para cuidar de seus 13 cães.

Meena reduziu sua porção. “Eu não ligo muito para comida. O que eu tenho eu compartilho com meus cães. Mas agora eu tenho que ter mais cuidado. Eu como somente uma vez ao dia e deixo o resto para eles”, ela disse.

O amor de Meena pelos cães, entretanto, não acaba aí. Ela também alimenta vários cães de rua perto de sua casa.

“Eu conseguia alimentar muitos cães de rua também. Mas agora, está ficando mais difícil para que eu consiga alimentá-los todos os dias. Então, eles vêm até a minha casa à minha procura. Mas os meus “garotos” não deixam que eles entrem”, ela disse, e acrescentou que vai encontrar uma solução para isso logo.

Os alimentos estocados estão acabando, mas Meena tem esperança de que as coisas voltem ao normal logo. “Algumas ONGs me deram arroz e ração. Eu consigo me virar com isso, mas não por muito tempo. A situação atual vai mudar logo. Vamos esperar pelo melhor”, ela disse.

Por  M T Saju / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Time Of Índia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.