Jaguatirica vítima de atropelamento em Palmas (TO) não resiste aos ferimentos e morre

A jaguatirica que foi resgatada após ser atropelada na última terça-feira (18) não resistiu aos ferimentos e morreu. O animal foi encontrado próximo a uma fazenda as margens da TO-020, que liga Palmas a Aparecida do Rio Negro, e resgatado pela Guarda Metropolitana. O bicho foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Araguaína (Cetas) pela Polícia Militar Ambiental, mas morreu pela gravidade dos ferimentos.

“Ela chegou muito debilitada para a reanimação. A equipe técnica se dedicou muito, mas foi um caso muito complexo e infelizmente ela não reagiu”, comentou a sargento Caroline Duks, do Cetas Araguaína.

Entenda

Uma jaguatirica foi encontrada por um caseiro de fazenda na rodovia TO-020. Ele a capturou e comunicou a Guarda Metropolitana de Palmas. Uma equipe foi até a propriedade indicada pelo homem e recolheu o animal para encaminhá-lo ao Naturatins.

No percurso, o animal escapou da caixa de transporte. Logo depois, a jaguatirica foi recapturada e encaminhada para Centro de Triagem de Animal Silvestre.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.