Japão disposto a continuar caça à baleia no Pacífico Norte

O ministro da Agricultura e Pescas japonês afirmou estar disposto a manter a caça de baleias no Pacífico Norte, apesar da recente decisão do Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) de ordenar o cancelamento do programa de captura na Antártida.

De acordo com a agência noticiosa japonesa Kyodo, Yoshimasa Hayashi disse que o ministério vai defender o programa para “manter a cultura de consumo de baleia e garantir o fornecimento de carne baleia”, sempre que seja sustentável para populações dos cetáceos.

O governo japonês declarou já que vai aceitar a decisão do TIJ, de 31 de março, a determinar o cancelamento do programa de pesca com fins científicos no oceano Antártico por considerar que o objetivo deste programa não se ajusta às exigências da legislação internacional.

Apesar da sentença só afetar as campanhas na Antártida, a decisão podia ameaçar o programa de caca de baleias, também para fins científicos, no Pacífico Norte.

Hayashi admitiu que o governo nipónico ainda não tomou uma decisão sobre se a frota do Pacífico Norte vai zarpar no final deste mês, como é hábito, para dar início à campanha anual.

Além deste segundo programa de pesca científica, o Japão continua a capturar, para fins comerciais, espécies mais pequenas de cetáceos, incluindo golfinhos, junto às suas costas.

Fonte: Açoriano Oriental

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.