Jardim zoológico suíço mata cria de urso que sofria de ‘bullying’

Jardim zoológico suíço mata cria de urso que sofria de ‘bullying’

O jardim zoológico Dählhölzli, em Berna, na Suíça, matou uma cria de urso de cinco meses de vida com boa saúde porque sofria de ‘bullying’ do seu pai. A medida provocou protestos de grupos de direitos dos animais. 

SUICA berna urso260614

O pai da cria, Misha, um urso macho de 360 kg, já havia matado um dos seus irmãos por ciúmes da atenção que a mãe dispensava-lhes.

“A mãe renegou o seu papel de proteger o filhote, e o nosso objectivo foi poupá-lo do sofrimento provocado pelos abusos do pai”, informou o jardim zoológico em nota.

Na natureza, as ursas costumam afastar o parceiro após o nascimento da cria para protegê-la, e grupos de direitos dos animais criticaram o jardim zoológico por manter todos na mesma jaula.

“Os pais cresceram juntos e tinham fortes laços emocionais. Foram feitas tentativas de separá-los, o que provocou um grande stresse e condutas agressivas nos animais”, disseram representantes da instituição.

Eles afirmaram ainda que o corpo do pequeno mamífero será empalhado e exibido no local para mostrar que “a natureza pode ser cruel”.

Fonte: Diário Digital (Portugal) / mantida a grafia original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.